quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Sopa de cebola

Se tenho uma boa lembrança de ir jantar à "marisqueira o barqueiro" quando era pequena, era a sopa de cebola gratinada no forno.
Eu sei que está calor, e não apetece comer coisas muito quentes, mas isso é para as pessoas normais. A mim, deu-me um desejo um dia destes que tive mesmo que andar à procura de receitas e depois de tirar ideias, fazer à minha maneira.

Mas esperem... eu tenho um segredo! Um segredo que se chama caldo de pato. No outro dia o meu pai cozeu um pato para fazer um arroz de pato (óbvio), e eu guardei a água em frascos diferentes, para poder congelá-los e quando precisasse de um elixir da felicidade, lá os tinha.

Tendo o caldo, esta receita não poderia ser mais fácil. Se não tiverem, podem sempre usar os cubos, ou caldo de legumes ou de galinha. Há sempre opções. Mas pato é pato! E é provavelmente a minha carne preferida.

(Para 4 pessoas) Então é assim, precisam de:

10 Cebolas pequenas 
1 caldo de pato
água
Um ramo de tomilho fresco
sal
Pão de forma (do bom)

E é super simples.
Começam por cortar as cebolas todas em meia lua, o mais fininho que conseguirem. (É importante perceber que quanto mais uniforme for o corte da cebola mais uniforme será a sua cozedura. Ou seja, fica cozido tudo ao mesmo tempo e não correm o risco de comerem cebola crua.)
Depois, numa panela, junta-se a cebola já fatiada, com o caldo de pato e a água (pelo menos 5 vezes a quantidade do caldo) e o ramo de tomilho.
Tempera-se com sal, e lembrem-se que a cebola cozida, fica doce, então convém ser generoso com o sal. Mas provem sempre!
Neste ponto, é só deixar a cebola cozer.
Quando a cebola estiver cozida, tirem o tomilho, e é só servir.



Agora é que são elas. A parte melhor da sopa da marisqueira o barqueiro, era o pão com muito queijo que tinha por cima. Mas, vamos ser sinceros... eu não preciso de pão na minha vida, para ser feliz. (LOL) Então, comi a minha sopinha só assim.
Já o David tem uma boa relação com o pão. Mas a verdade é que eu não tinha queijo ralado em casa. Então, a sopa dele levou pão, mas por baixo e não por cima da sopa. E eu vi nos olhos dele, que aquele pãozinho soube pela vida!




Espero que vocês experimentem esta receita, porque ficou mesmo mesmo deliciosa! Mas a verdade é que não o façam num dia de muito calor. Nós ficamos os dois com vontade de nos metermos dentro do frigorifico depois de comer.

Lu*

terça-feira, 28 de agosto de 2012

PAEZ no Funchal

Fiquei a conhecer a marca PAEZ há um ano e meio quando fui a Buenos Aires. Lá haviam lojas em todas as esquinas, e variedade de estampados e cores era o que não faltava. Lá eram super baratas, as simples eram 5€ e com desenhos 6€, mas a verdade verdadinha, é que depois de ir ao Rio e à Foz do Iguaçu, em Buenos Aires tinha um orçamento mesmo reduzido. Ou praticamente falando, estava mais tesa que as p*tas, na quaresma. Ou seja, mesmo com um preço tão atraente, eu acabei por não trazer nenhumas.

Olhos não vêm, coração não sente! Então nunca mais pensei nelas nem tive vontade de ter umas.
Mas um dia a história muda, quando numa conversa de cabeleireiro eu oiço: "Vai abrir uma loja de sapatos de pano na Zona Velha". Depois percebi que eram mesmo os paez.

Hoje, finalmente tive oportunidade de passar lá na loja e como é já uma coisa minha, apaixonei-me por um par. Gosto de vários mas aquele par, fez o meu coração bater com mais força! Era número único com aquela estampa, então eu reservei até amanha, para poder pensar no meu orçamento mensal.




Quanto à loja, está muito paez. Boa onda e descontraída... Quem realmente gosta dos "sapatos de pano" está uma perdição. Passem por lá. É sempre bom saber que ainda há quem invista em coisas giras e à frente, nesta ilha.



Bem, agora o se não, que não vos contei. As alpercatas que em Buenos Aires custavam 5€, aqui custam 29€. E daí a minha única indecisão.

Help me!

Lu*

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Baseball cap

Ando aqui sempre atenta a todos os meus blogues, e nos internacionais tem me saldado à vista uma tendência que gosto muito. É estranho, e acho que não vou usar, mas o objetivo é: Roupa pipi e um "baseball cap" que é como quem diz um boné!







Entretanto encontrei estes no site da H&M:

Estes dois custam 9,95€, são bem simples e com cores invernosas.

Já este... Se não me fizesse lembrar a fancy Dolores, até era capaz de gostar! Mas já é um bocadinho mais caro. 39,95€


Se há na H&M, é só esperar para ver nas outras lojas. Eu gostava muito de me render à tendência, mas aqui na madeira é complicado usar coisas na cabeça. Primeiro porque nunca há muito frio, e segundo porque não me apetece andar com os olhos todos em cima de mim. Como ninguém usa chapéus, quem usa tem que se sujeitar a muitos olhares e comentários... TERRINHA!

Mas pode ser que me encha de coragem. And you?

Lu*

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

home made... SUSHI!

Eu sei que o meu blog dispara em visitas sempre que o assunto é comida. Mas... eu não consigo estar sempre a experimentar coisas novas e fazer dieta ao mesmo tempo. Por isso tem sido muito complicado por receitas.

Porem... se pensavam que já tinham visto tudo, eis quando eu faço SUSHII!
Na verdade não fiz o sushi sozinha. Éramos 10 pessoas, e todas contribuíram de qualquer forma.

Uns no arroz e nos enrolares, outros a ler receitas, outros a cortar peixe, outros nos temakis, e outros a comer. Mas o que interessa é que correu tudo bem.

Para fazerem sushi em casa precisam de:

Ingredientes fresquinhos
Esteira para fazer os rolos
Leque para arrefecer o arroz
Boas facas (o que faltou aqui por casa)

Em primeiro fizemos uma entrada de pickles como tinha lá nos restaurantes japoneses de Floripa. (Bateu uma saudadeeee)

Estes pickles são super simples. Tinha um pepino relativamente pequeno. Como queria usar com casca, lavei bem e tirei os cantos.
Depois com a faca fatiei o mais fino que consegui. Depois foi só misturar vinagre de ameixa e água (porque o vinagre é mesmo muiiito salgado). Depois de ficar ali a marinar um bocadinho, escorre-se e serve-se com sementes de sésamo.




Ah, e chora-se por mais!

Quanto aos ingredientes do sushi propriamente dito, variam muito com o vosso gosto. Mas no nosso jantar o que tínhamos era.

Manga fatiada
Abacate fatiada
Pepino sem casca fatiado
Arroz de sushi (feito como manda a sapatilha)
Alga
Queijo philapelphia
Cebolinho
Sementes de sésamo
Gengibre
Raspas de limão
Salmão fresco em fatias, tiras e triturado (misturado com philadephia e cebolinho
Bodião fatiado e às tiras
Cenoura ralada
Nabo ralado
Molho de soja (o do pingo doce é otimo)

Depois de ter isto tudo preparado, é só escolher as combinações e por as mãos à obra!








Sinceramente, dá bastante trabalho e é demorado. Mas tudo compensa a cada peça de sushi que vem à boca. Para além de que é sempre bom ter gente na cozinha, tudo a trabalhar.

Se alguém quiser saber mais receitas em concreto, manifestem-se! :)

Lu*

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Para 5 mil euros... NEW LOOK

Ontem no facebook fiz a pergunta para 5 mil euros: 

O que fazer com este calor?

a) Ir a praia.
b) Rapar o cabelo, ou pelo menos cortar metade.
c) Deitar-se à frente do ar condicionado.
d) Não fazer nada.


Só a T. acertou. Mas foi com batota porque ela estava comigo. Sim, é verdade... Na minha crazy mind, quando está muito calor corta-se o cabelo (e muito).
Era uma das minhas resoluções deste ano, e tou mesmo contente de ter mudado completamente.

Ontem eu era assim:




Entretanto vi isto, e pensei: Porque não???


Sim, eu sei que não tenho a cara da Alexa Chung, mas gosto mesmo do corte, e estou a torcer para quando lavar e deixar ao natural fique assim com aquela ondulação.






Então, gostaram?


Lu*

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Podia muito bem fazer anos 2 vezes por ano!

Sempre tive uma grande reina do meu aniversário por alguns motivos! Em primeiro, porque está sempre frio, normalmente chove e as pessoas estão brancas e com camisolas de gola alta de lã nas fotografias de todos os meus aniversários. Em segundo, porque as lojas estão todas em saldos, e não são aqueles saldos espetaculares, que ainda se apanham coisas giras a metade do preço. Não! São aqueles saldos logo depois do natal, que já está tudo escolhido e só tem porcarias.
Também não gostava por outros motivos que agora já não são problema, que era por exemplo, na faculdade ser sempre época de exames, é uma altura em que ninguém tem dinheiro para ir jantar fora comigo, e normalmente metade das pessoas que eu convidava nunca podiam vir por causa disso, etc...

Com isto tudo eu penso... se fizesse anos 2 vezes por ano, era tão bom! Podia ser em Março e em Setembro. Inicio de coleção de primavera/verão e inicio de outono/inverno. Nunca ia estar muito frio, as pessoas escolhiam qual das festas podiam ir, e os presentes eram sempre fresh and new!

Então, nesta teoria, não custa nada fazer uma wishlist para o meu falso aniversário de setembro. Hoje fica só a wishlist da Zara :D

Calças: 39,95€

Botas: 99,95€

Top: 15,95€

Saia: 69,95€

Calças: 39,95€

Casaco camuflado: 59,95€

Saia Comprida: 39,95€

Ah, fora da Zara, também podia ser o eye liner preto da Yves Saint Laurent!

Bem, como não vou conseguir mudar o meu aniversário, nem muito menos reparti-lo, vou me contentar com, quando tiver dinheiro, ir passa-lo ao hemisfério sul!

Lu*